“O Arnesto nos convidou pra um samba ele mora no Brás nós fumos, não encontremos ninguém nós voltermos com uma baita de uma reiva da outra vez, nós num vai mais nós não semos tatu!