Tiago Bettencourt – Saudades eu não as quero (testo e traduzione)

———————————————— “Bateram fui abrir era a saudade vinha para falar-me a teu respeito entrou com um sorriso de maldade depois sentou-se à beira do meu leito e quis que eu lhe contasse só a metade das dores que trago dentro do meu peito